Buscando no mundo...

Carregando...

segunda-feira, 1 de dezembro de 2014

GETEX: Um projeto de Xadrez para o IFFarroupilha - Câmpus Alegrete

A presença do xadrez na grande maioria dos centros educativos é hoje uma realidade. Seja por meio das associações de pais, de clubes esportivos, escolas municipais, de algum professor com interesse pelo xadrez, ou inclusive através de academias privadas, raramente há um colégio que não tenha algum tipo de aula de xadrez de forma extracurricular.
Esse projeto justifica sua existência por estar demonstrando que o xadrez:
• É cultura: uma atividade lúdica de origem milenar que se tem distribuído por todos os países do mundo e que encerra um corpo de conhecimentos e experiência que constituem patrimônio cultural da humanidade;
• Tem uma base matemática: a matemática é um instrumento e linguagem da ciência, da técnica e do pensamento organizado;
• Estimula o desenvolvimento de habilidades cognitivas tais como: atenção, memória, raciocínio lógico, inteligência, imaginação, etc., capacidades fundamentais no desenvolvimento futuro do indivíduo;
• Estimula a auto-estima, a competição saudável e o trabalho em equipe;
• Pode ser utilizado como elemento estruturante do tempo livre do indivíduo;
• Proporciona prazer em seu estudo e prática;
• Por ser um jogo de regras, dita uma pauta ética em um momento propício para a aquisição de valores morais;

Devido às suas múltiplas virtudes, contribui para a formação de melhores cidadãos. O jogo de xadrez é uma atividade que através do tempo, conquistou cultura e costumes de povos e países em todo mundo durante milênios.
O xadrez é o segundo esporte mais praticado no mundo, é um grande impulsionador da imaginação, que também contribui para o desenvolvimento da memória, da capacidade de concentração e da velocidade de raciocínio. Foi constatado que o xadrez desempenha um papel social por ensinar a lidar com a derrota e com a vitória, mostrando que "derrota não é sinônimo de fracasso nem vitória é sinônimo de sucesso". O xadrez é capaz de mostrar consequências de atitudes displicentes, que não tenham sido previamente calculadas, por conseguinte, estimular o hábito de refletir antes de agir, além de ensinar a arcar com as próprias responsabilidades dos próprios atos.

Por isso desenvolvemos o Grupo de Estudos e Treinamento em Xadrez do IF Farroupilha - Câmpus Alegrete, com a proposta de difundir essa prática no intuito de ampliar conhecimentos e desenvolver o raciocínio lógico, integrando os alunos por uma atividade muito salutar.

Sejam bem-vindos ao GETEX/IFF-CA.

Abraço.

Professores Anderson Fetter e Ismael Silvestre


https://www.facebook.com/groups/getex.iffca/

sábado, 20 de julho de 2013



Caro(a) gestor(a) de Educação,

Já pensou em promover uma formação continuada em Musicalização na Educação Infantil para seus profissionais de educação?

Com a experiência de mais de 6 anos na área, atendo atualmente mais de 1100 crianças da Educação Infantil da Rede Municipal de Osório, por meio de um projeto muito impactante na área, oportunizando às crianças um contato mais qualificado com a Educação Musical.

O Projeto "Musicando a Educação Infantil" proporciona o desenvolvimento das estruturas básicas da musicalidade das crianças, oportunizando a otimização cognitiva dos educandos por meio de uma ferramenta pedagógica muito poderosa: a música.

Oportunizar aos seus profissionais experiências de vivências positivas neste campo, poderia otimizar resultados pedagógicos, tornando os ambientes educacionais mais satisfatórios.

Entre em contato pelo fone (51) 9748-6505 ou pelo e-mail anderfetter@gmail.com e busque maiores informações à respeito desse instrumento de capacitação profissional para seus recursos humanos.

Att,
Professor Anderson Fetter - CREF2/RS 11.394-G

segunda-feira, 28 de novembro de 2011

Últimos momentos do EEMPA/EEMRS

Quero cumprimentar essas pessoas que foram impressionantes no desenvolvimento do 2º EEMPA e 1º EEMRS, e no ato, quero cumprimentar todos os demais que transformaram o encontro num congresso de ideias, práticas pedagógica-musicais e alternativas importantes para a transformação da Educação num ato mais humano e mais artístico.

Uma alegria reencontrar a Irmã Madalena, da cidade de Rio Grande, uma das primeiras pessoas a me ensinar a cantar em eventos eclesiais na década de 1990. Ao centro, a coordenadora do Encontro, a Profª Drª Cristina Rolim Wolffenbüttel, da UERGS.

A competentíssima Profª Maria Alice Campesato, da EMEF Nª Sª do Carmo - que trabalha a música na perspectiva da dança, e a Profª Ms. Sandra Rhoden, da FUNDARTE, que desenvolve um trabalho de pesquisa em música e relação com as mídias.

Socrates Quotes